O que são minicontratos?

Gráfico

Os minicontratos, que funcionam como os contratos futuros, foram criados em 2011 pela BM&FBovespa com o objetivo de atender os investidores com baixo capital.

Porém, ao contrário dos contratos cheios, eles possuem um valor de lote mínimo menor para negociação e permitem que o trader opere com apenas uma porcentagem do valor total e baixa margem de garantia.

Ao negociar um contrato cheio de índice futuro, por exemplo, é necessário comprar um lote mínimo de 5 contratos. Se o índice estiver a 76.000 pontos, o volume da operação ficará em torno de R$ 380.000,00.

Já na negociação de minicontratos, como o lote mínimo é de 1 quantidade, ao operar 1 lote de mini-índice, considerando que cada ponto vale R$ 0,20, a operação giraria em torno dos R$ 15.200,00.

Para negociar um lote de minicontrato de índice no módulo Day Trade, basta ter uma margem de R$ 25 reais em conta. Enquanto para operar 1 lote mínimo de índice cheio, que corresponde a 5 contratos, a margem necessária é de R$ 625,00 (R$ 125,00 por contrato).

Tipos de minicontratos

Existem dois tipos de minicontratos disponíveis para negociação na Bolsa de Valores: o minicontrato de índice e o minicontrato de dólar.

Seus códigos são formados pela sigla do ativo, a letra com o código do mês do vencimento, e dois números referentes ao ano de vencimento, como, por exemplo: WINZ18 e WDOU18.