O que é Day Trade?

Gráfico

Trader é aquele que negocia, que compra e vende. Esse termo, advindo do inglês, representa hoje em dia diversos tipos de profissionais, mas que têm uma função em comum: a intermediação entre compradores e vendedores. Importadores e exportadores, mercadores, negociador de commodities e, finalmente, o operador de ativos financeiros. A atividade básica deste player de mercado é comprar o mais barato possível e vender o mais caro possível (ou vice-versa, veremos adiante que igualmente se pode aproveitar oportunidades vendendo caro e recomprando mais barato); e sua função, portanto, é dar liquidez ao mercado: sempre haverá alguém comprando ou vendendo, caso o preço seja considerado como aceitável por ambas as partes.

O day trade, portanto, é a atividade de comprar e vender dentro de uma mesma sessão de negociação, ou um pregão da bolsa. Antes os traders se encontravam fisicamente no ambiente de pregão viva voz, dentro da Bolsa de Valores, porém conforme as evoluções tecnológicas permitiram o desenvolvimento do home broker, ou seja, uma plataforma de acesso e envio de ordens de venda e compra de maneira remota para a Bolsa, estendeu-se a possibilidade de cada investidor tomar suas decisões e desenvolver suas estratégias de operações com ativos financeiros.

O trader, apesar de fazer suas operações de compra e venda no curto prazo, também é um investidor que pensa no longo prazo. Realizar trades (sinônimo de operações) curtas com ganhos expressivos é algo muito comum no mercado financeiro e quem se depara pela primeira vez com essa possibilidade fica deslumbrado com o potencial de ganhos. Tirar dinheiro de maneira consistente do mercado com risco financeiro, gerenciando com as probabilidades dos mercados a seu favor e sem ter episódios de grandes perdas que comprometam boa parte do capital é comportamento típico de grandes traders, que fazem disso sua fonte principal – senão a única – de renda.

Nesse contexto, a atividade do day trader é bem específica: ele se aproveita das oscilações intra diárias dos títulos e ativos financeiros para especular, no curtíssimo prazo, e valorizar seu capital no longo prazo. Aqui, o termo especulador não tem sentido pejorativo, não é tomado como apostador ou alguém que ganha dinheiro sem esforço, mas, sim, como um importante player de mercado que traz liquidez (facilidade de encontrar compradores e vendedores) no dia a dia das negociações. Aliás, a profissão trader é uma das mais enigmáticas e envolve muitos mitos sobre enriquecimento rápido e sem esforço, como retratado em filmes ou estereótipos populares.